Diagonal Design

Diagonal Design Blog | d.blog - a Diagonal diz coisas

Escreva uma carta ao Pai Natal.

DD_natal14_blog-08

Querido Pai Natal.

Serve esta missiva para saber notícias da sua saúde, e do tempo danado que por aí faz. Nós por cá vamos indo benzinho mas muito nos preocupamos consigo e com as correntes de ar polar que são um perigo. Esperamos que se agasalhe e que não saia de casa tantas vezes à noite por cuidados com as renas. A tia Arminda da Vila Boa já acabou as costuras do anoraque que lhe vamos mandar para usar na noite de Natal. É encarnadiço e felpudo e tem um corte à moda de agora, que a Arminda viu numa revista francesa. A propósito de modas, queria pedir-lhe encarecidamente que, em vez das galochas que ficaram prometidas do ano passado (o Paizinho enganou-se na chaminé e deixou-me um par de socas, lembra-se?), se é possível que a minha prenda seja um arco-íris. Um arco-íris para os dias sem chuva. Um arco-íris assim risonho para usarmos em agosto, pelas festas da Senhora da Saudade. Se calhar estou a pedir muito, mas é que dava imenso jeito aqui à aldeia, nem imagina. O meu marido diz que o Pai Natal só oferece prendas em espécie, mas eu bem sei que o Paizinho tem ofícios mágicos e de toda a forma as galochas também são de préstimo, que muito lhe agradeço, se for o caso. A Anita do Coentrão manda cumprimentos e eu envio-lhe dentro do sobrescrito umas flores de chá que são uma maravilha para os resfriados. Sem mais que lhe diga só desejo que se cuide, Paizinho, e cá o espero na madrugada de 25 (deixo os coscorões no forno de lenha – quando chegar ainda vão estar morninhos).

A sua grata amiga, que muito o estima e com beijinhos.

Raquel do Moinho